Decoração – casas minimalistas

A filosofia por trás das casas minimalistas pode ter aplicações em nosso quotidiano e na decoração de nossa casa, embora nosso estilo não seja 100% minimalista. Aqui te damos todas as chaves

QUALIDADE ANTES DA QUANTIDADE

Não entre em pânico! O minimalismo é não se livrar de todos os nossos pertences e ir para as montanhas para viver em uma casa austera possível. Longe disso, você pode começar a aplicar seus princípios estabelecendo um pequeno filtro e analisando a real necessidade dos objetos que você tem em casa e, acima de tudo, daqueles que pretende comprar.

O QUE ENSINA ENSINAR NÓS

Minimalismo é simplificar, remover o acessório, focar nas coisas importantes. Viajar é um ótimo exemplo disso. A embalagem envolve selecionar os itens mais relevantes e descartar aqueles que não usaremos. Mesmo assim, muitas vezes descobrimos, quando voltamos, que viajamos com coisas que a priori nos pareciam essenciais e que, no entanto, não usamos depois.

MÓVEIS MINIMALISTAS OU MÓVEIS QUE OTIMIZEM O ESPAÇO?

Uma das grandes lições que podemos tirar das salas minimalistas é o uso eficiente do espaço. Por que devemos nos contentar com um pequeno armário e cama, se podemos fazer como na fotografia e instalar uma cama levantada?

 

MINIMALISTAS INTERIORES E MÓVEIS COM MÚLTIPLAS FUNÇÕES

Por ter espaço de armazenamento, esta cabeceira funciona como uma mesa de cabeceira e estante. Da mesma forma, pode funcionar como um suporte para colocar plantas, fotos ou fotografias. Um quarto minimalista não precisa estar frio.

MINIMALISMO E ARMÁRIOS DE CAPSULA

Já falámos por ocasião dos armários-cápsulas e do projecto 333, isto é, reduzir o número de peças que temos no nosso guarda-roupa todas as estações – ou a cada 3 meses – para um máximo de 33. Independentemente de serem 29 ou além disso, o que é evidente é que a redução da quantidade de roupas nos ajudará a ter uma consciência real do que podemos encontrar em nosso closet e a escolher nossa roupa mais rapidamente .

QUARTOS MINIMALISTAS, CASAS DE BANHO MINIMALISTAS, COZINHAS MINIMALISTAS

Sim, o minimalismo está na moda. E é que os seguidores desta corrente asseguram que possuir menos nos faz mais felizes. Algo semelhante ao que a onipresente Marie Kondo mantém, que afirma que “a organização começa com a eleição”. De facto, um dos princípios básicos do método KonMari é livrar-se daquilo que não te faz feliz.

APOSTA PARA O TIMELESS

Ser um defensor do minimalismo não significa se opor ao consumo. É mais sobre apostar em um consumo meditado. Portanto, se vamos comprar menos e melhor, o ideal é optar por elementos que não saiam de moda, como o chiester da fotografia, peça atemporal que dá personalidade a esta sala.

MOBILIÁRIO

O minimalista são guiadas em todos os momentos pela funcionalidade dos móveis que compram, sem comprometer a estética. Assim, defendem a aquisição de peças duráveis, ao contrário daquelas que se tornam inutilizáveis ​​no curto prazo.

Leave a Comment

Your email address will not be published.